Em 2016 foi assim...

Votos do utilizador: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Teve lugar no dia 4 de Junho, no Complexo Desportivo de Porto Salvo em Oeiras, uma autêntica maratona de futebol, disputada entre os colaboradores da José de Mello Saúde. Foi uma fantástica iniciativa, que visou a prática desportiva saudável e organizada, aliada aos valores do respeito, fair-play e convívio de mais de 100 trabalhadores que congregou familiares e amigos num dia carregado de futebol e com muitos golos.

O dia começou com a chegada das equipas e reconhecimento dos espaços anexos aos campos onde a bola iria rolar. No sorteio e enquadramento das equipas, os cabeças de série do ano anterior CUF Cascais e CUF Infante Santo ficaram a conhecer os seus adversários e todos estavam prontos para o pontapé de saída.

A primeira fase ditou a eliminação de duas equipas, Carnaxide e CUF Santarém, passando outras 8 aos quartos-de-final. Nesta fase dois conjuntos não tiveram a sorte do seu lado, e ficaram pelo caminho após o desempate de grandes penalidades, nomeadamente CUF Cascais e CUF Infante Santo. Quem também ficou pelos quartos de final foram as formações do Contact Center e do Hospital CUF Porto. Chegados às meias-finais, em mais dois jogos muito disputados, Hospital de V.F.Xira e CUF Descobertas garantiram o seu lugar na final, derrotando respectivamente Hospital de Braga, e  Instituto CUF Porto. Este último após grandes penalidades, em mais uns momentos palpitantes. 

A final foi disputada em clima de festa, com muitos espectadores e grande desportivismo de todos os participantes. Jogo equilibrado, intenso, fechado, com os pormenores a perspectivarem-se decisivos. Foi num desses lances que a CUF Descobertas dispôs de uma grande penalidade, com Dário a desperdiçar. O mesmo jogador, já no segundo tempo, numa arrancada brilhante, fez uma assistência primorosa para o golo da sua formação, parecendo que tudo estava decidido. Como no futebol o jogo só termina quando o árbitro apita, chuveirinho para a área da CUF Descobertas, com Vila Franca a conquistar grande penalidade e a empatar, levando tudo para a lotaria das grandes penalidades. Muito acerto das duas equipas mas foram mais felizes os homens da CUF Descobertas, levando para casa o saboroso troféu.

Quanto aos destaques individuais, simultaneamente ao prémio de melhor marcador, Dário Ramos, da CUF Descobertas, venceu também o troféu de melhor jogador. O camisa 7 da equipa foi um autêntico quebra-cabeças para os seus adversários e cotou-se como o jogador mais valioso do evento. Na arte da defesa das redes, António Gonçalves do Instituto do Porto venceu o galardão de melhor guarda-redes, após excelentes exibições e uma segurança tremenda transmitida aos seus colegas.

Não menos importante do que todos os outros troféus, o prémio fair-play foi entregue à formação do Contact Center, troféu esse que poderia ser estendido a todas as equipas, tal foi o fair-play evidenciado por todos os presentes.

Grande manhã/tarde desportiva, uma autêntica maratona com grandes equipas e um espírito de desportivismo, respeito e solidariedade brilhante. Foi um enorme prazer congregar todos os trabalhadores da José de Mello Saúde para mais um evento que esperamos ter ido ao encontro das expectativas de todos os participantes. Da nossa parte, um enorme obrigado, e até para o ano!

JMS Cup 2018

A edição de 2018 da JMS Cup troca o Futebol 8 pelo Futebol 7.

A presente edição acarreta também mudanças quanto ao local. Das magníficas instalações do Complexo Desportivo Municipal de Porto Salvo, passamos para o Campo de Santa Cruz em Coimbra que acolhe pela primeira vez os colaboradores da JMS.

The Only Way

©2018 JMS. All Rights Reserved. Powered by Liga Empresarial

Search